Abordagem Pikler

Vamos falar sobre educação de crianças por meio da abordagem Pikler?

Essa abordagem foi criada pela médica pediatra, húngara, Emmi Pikler (1902-1984). Ela defende a ideia de que a liberdade é o princípio da educação no desenvolvimento de crianças de 0 a três anos, e que o papel do educador, é acompanhar cada fase desse desenvolvimento, sempre respeitando a individualidade de cada ser.

Estudiosos da educação infantil, tratam a abordagem Pikler como uma filosofia, na qual ensina     que as crianças em seus primeiros anos de vida devem ser assistidas de forma adequada. Em outras palavras, o ambiente deve contribuir para que elas se desenvolvam por um caminho que as levem ao bem-estar psíquico, emocional e físico.

A boa relação do professor e a criança em um espaço que permita que ela desenvolva suas habilidades motoras, trará resultados positivos.  Além de ser aplicado em escolas de educação infantil, seus princípios também podem fazer parte da rotina nos lares com bebês.

A abordagem Pikler vendo sendo aplicada desde 1946 quando a médica fundou um orfanato para crianças separadas dos seus pais na segunda Guerra Mundial.

Ao acompanhar o desenvolvimento dessas crianças, a médica observou que nenhuma delas apresentava sinais de apatia ou falta de desinteresse pelo mundo, características comuns em crianças que ficam muito tempo confinadas ou hospitalizadas.

Pikler compreendeu que quando a criança cresce em um ambiente acolhedor, com condições básicas para o desenvolvimento do seu potencial físico, psíquico com atividades afetivas, e assistida para que cresça com saúde, ela vai desenvolver de forma plena.

Na abordagem de Pikler, cada criança tem seu próprio  tempo e ritmo de desenvolvimento.  É importante respeitar o limite de cada indivíduo. O bebê por exemplo, necessita se sentir amado e parte de um vínculo com a família. É o tempo dedicado a ele que vai estabelecer sua autonomia e confiança.   

Em um ambiente escolar onde a professora divide a atenção com outras crianças, o papel do educador nos cuidados com os pequenos é fundamental. A presença dos adultos nutrindo com afeto os pequenos e o cuidado na rotina diária é o que vai diferenciar de outras práticas pedagógicas.

Liberdade

As crianças devem experimentar o contato com a natureza para a liberdade de movimento. Todos os ambientes devem estar limpos e o educador com o olhar sempre atento, receptivo, com a ajuda verbal e afetuosa.

Os brinquedos são simples. Podem ser feitos de madeira para ser bem explorados pela criança. Também é importante que os brinquedos sejam adequados em quantidade peso e conservação para cada idade.

Em casa

Para os pais que desejam aplicar a abordagem Pikler na rotina de casa nos primeiros anos de vida da criança, é importante investir em brinquedos que favoreçam a motricidade do bebê.

Brinquedos e móveis no método Montessori caminham na mesa linha de raciocínio quando defendem que tudo deve está na altura da criança para que alcancem sem esforço alguns objetos em suas atividades diárias.

INSTAGRAM

FACEBOOK

Photo by HayDmitriy